OJS / OMP / OPS 3.3 lançado

Veja o que há de novo na versão 3.3 do Open Journal Systems (OJS), Open Monograph Press (OMP) e Open Preprint Systems (OPS). Os downloads já estão disponíveis.

O OJS / OMP / OPS 3.3 traz várias mudanças esperadas e emocionantes, incluindo:

  • Melhor usabilidade e acessibilidade
  • Alterações no painel e menus de navegação
  • Melhorias na gestão de submissões
  • Mudanças na terminologia do tipo de revisão
  • Aprimoramentos para a gestão e comunicação de utilizadores
  • Novos recursos para revistas multilíngues

No GitHub terá uma lista completa das alterações na versão 3.3 e dos principais recursos.

Downloads: OJS, OMP, e OPS

OJS, OMP e OPS versão 3.3 candidata

A PKP anunciou que no primeiro trimestre de 2021 será lançada a versão 3.3 do OJS / OMP / OPS. Versões RC (release candidates) estão já disponíveis para teste e decorre trabalho nas traduções, documentação e desenvolvimento de plugins.

A versão 3.3 do OJS / OMP / OPS aborda várias solicitações de longa data, muitas das quais foram partilhadas por membros da comunidade em sprints da PKP. A seguir estão algumas das mudanças futuras que afectarão a forma como as plataformas serão usadas:

  • Mudanças subtis, mas importantes, na aparência do back-end editorial. Reconstrução da interface do utilizador para melhorar a acessibilidade.
  • Simplificação do processo de envio para autores, com um novo componente que permite aos autores enviar vários ficheiros de uma só vez, bem como a funcionalidade “drag-and-drop”.
  • Se já precisou de identificar submissões urgentes, planeadas para uma edição especial ou localizar submissões de edições publicadas, vai gostar certamente dos novos filtros de submissão associados a uma edição e editor.
  • Se usa a plataforma Mailchimp ou outros serviços de e-mail marketing para o contacto com os utilizadores, a versão 3.3 vai permitir a exportação de utilizadores no formato de folha de cálculo (Excel / CSV).
  • A notificação por função (papéis) está de volta! Vai poder enviar um e-mail a todos os utilizadores com uma função específica.

Se estiver interessado em experimentar a versão 3.3, a PKP convida todos os utilizadores da plataformas a experimentar as versões candidatas.
Observe que os pacotes a seguir devem ser usados ​​apenas para fins de teste e não são suportados fora deste uso:

OJS: https://pkp.sfu.ca/ojs/download/ojs-3.3.0rc2.tar.gz
OMP: https://pkp.sfu.ca/omp/download/omp-3.3.0rc2.tar.gz
OPS: https://pkp.sfu.ca/ops/download/ops-3.3.0rc2.tar.gz

Comparativo Omeka Platforms

Documento de grande utilidade onde de forma completa se comparam as diversas plataformas Omeka: Omeka Classic, Omeka S, Omeka.net.

Omeka é uma plataforma de código aberto para publicação na Web de colecções digitais. Desenvolvida com a colaboração das mais diversas áreas, instituições académicas, museus, arquivos e galerias, no seu desenvolvimento esteve presente a necessidade de criar uma solução simples e flexível mas com capacidade para armazenar e disponibilizar qualquer tipo de conteúdo (áudio, imagem, vídeo, etc.).

OmekaPlatforms-SideBySide.pdf

Se procura, ou deseja conhecer alternativa ao Omeka, recomendamos o Tainacan, uma plataforma para acervos digitais, em língua portuguesa. O Tainacan é uma solução suportada pela plataforma WordPress, destinada à gestão de repositórios de acervos digitais ou digitalizados, que permite flexibilidade e facilidade de configuração das informações de acervos ao mesmo tempo que mantém requisitos de uma plataforma profissional para repositórios.

Crossmark no OJS

O botão Crossmark permite que os leitores vejam o status de um trabalho ao exibir um registo de correções, retractações ou actualizações.

Mesmo após a publicação os artigos podem ser actualizados com dados suplementares ou correções.
É importante saber se o conteúdo que está sendo citado foi actualizado, corrigido ou se houve alguma retractação. E essa é a garantia que editores podem oferecer aos leitores ao utilizarem o Crossmark.
Trata-se de um botão padronizado, consistente através das plataformas, revelando o status de um item de conteúdo, podendo exibir qualquer outro metadado que o membro escolher, como financiamento, revisão por pares ou informações de licença.
O botão Crossmark também pode ser incorporado em PDFs, o que signica que os membros têm uma maneira de alertar os leitores sobre mudanças ao longo dos meses,ou anos, depois do documento ter sido descarregado.

about-crossmark-portuguese

Documento sobre o Crossmark (Português)

Download the Crossmark factsheet

Documentation PKP/OJS Crossmark

Minicurso Como instalar o Crossmark em revista no OJS

Eventos académicos em formato online

Plataformas para conferências online
Zoom; https://zoom.us
BigBlueBotton; https://bigbluebutton.org/
Google Meet; https://meet.google.com/

Plataformas para Trabalhos com Grupos (Aulas, Eventos)
Microsoft Teams; https://support.office.com/pt-br/teams
Google Groups; https://groups.google.com

Plataforma para a Gestão de Eventos Académicos e Científicos
Indico; Plataforma desenvolvida e utilizada pelo CERN para a gestão de todos os seus eventos.
Permite call for papers, apresentação do evento, subscrição, registo, comunicação com os participantes, marcação de salas, etc.

Sobre o Indico: https://getindico.io/
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=yo8rgg9dOcc

Exemplos:

Streaming – Gravação de vídeo e transmissão em tempo real
OBS Studio; https://obsproject.com/pt-br

Open Preprint Systems (OPS)

O Open Preprint Systems (OPS) é um servidor de Preprints de código aberto, disponibilizado pela PKP e desenvolvido em parceria com a Scielo. O software OPS, procura assim fornecer uma solução, um sistema de Servidor de Preprints totalmente interoperável com o Open Journal System (OJS) e outros sistemas de publicação.

Processo

Após a submissão no repositório/servidor e a aprovação do Preprint Manager, os autores podem partilhar as suas pesquisas como Preprints, no formato PDF ou documentos do Word.

Os artigos publicados são então disponibilizados gratuitamente online para poderem ser descarregados e indexados pelo Google Scholar.

Funcionalidades OPS

O OPS foi desenvolvido usando a mesma estrutura do Open Journal Systems (OJS) e, portanto, partilha a maior parte do seu código base. O OPS pode ser obtido gratuitamente por qualquer parte interessada e instalado em um servidor da web local. As capacidades e recursos da versão beta, incluem o seguinte:

    • Front-end responsivo com várias opções para organização de conteúdo
    • Fluxo de trabalho de publicação rápida conduzido pelo autor
    • Envio e gestão o-line de todo o conteúdo
    • Personalizável para se adequar às suas políticas de triagem, com várias opções incluídas
    • Integrado com serviços de publicação académica, como Crossref e ORCiD
    • Instalado e controlado localmente
    • Liderado e apoiado pela comunidade
    • Suporte integrado para uma ampla variedade de recursos do ecossistema OJS e OMP
    • Disponível em inglês, espanhol e português, (brevemente mais idiomas)

Download Open Preprint Systems (OPS)

Demo Open Preprint Systems (OPS)

Demo Instação Servidor

Artigos relacionados:

PKP e SciELO vão desenvolver sistema de Servidor de Preprints

Acelerando a comunicação científica via preprints

Postar preprints antes da avaliação por pares está associado à maior visibilidade e citação dos artigos publicados

Preprints na comunicação científica: uma introdução

Preprints y servidores de preprints como herramientas para la comunicación académica